Raças

Saiba tudo sobre Pug, cãozinho simpático de focinho achatado

Pug

Esse cãozinho simpático, de pequeno porte com focinho achatado e olhinhos grandes bastante expressivos, cheio de dobrinhas de gordura pelo corpo, é o Pug. Essa sem dúvidas é uma raça que ama as crianças e que tem muita facilidade em se relacionar, pois é extremamente amigável. São apegados aos humanos e muito amorosos, ficando felizes demais por estarem perto dos seus donos ou tutores. Saiba, a seguir, tudo sobre Pug e entenda qual a melhor maneira de cuidar do seu cachorrinho.

O barulhinho que os Pugs fazem quando respiram acalmam da mesma maneira que o barulhinho do ronronar dos felinos. Esse barulho acontece porque essa raça é braquicefálica, ou seja, possuem um focinho totalmente achatado.

Por conta dessa característica especial, acabam se tornando menos tolerante ao calor, é só pensar no tamanho de um focinho comprido. Assim que o ar quente entra, ele tem tempo de resfriar até chegar nos pulmões, pois o caminho é longo. Essa é outras informações você vai aprender nesse texto de tudo sobre Pug.

Conheça tudo sobre Pug e suas características físicas mais importantes

O Pug não é um cachorro esportista e que precisa passear diariamente para gastar energia, porém aguenta muito a agitação das crianças.

A estrutura do Pug é robusta e quadrada, com a musculatura bem rígida. A cabeça é proporcional ao seu corpo com diversas rugas na testa. Seus olhinhos são bem redondinhos e escuros. Os ombros são mais inclinados, o rabo enrolado e a pelagem lisa, fina e bem macia, além de brilhante e curta.

Por ser totalmente adaptável a qualquer ambiente, muitas pessoas adquirem essa raça para morarem em apartamentos. Sem dúvidas é uma adorável companhia.

Normalmente os Pugs ganham muito peso, principalmente por quererem ficar mais quietos e comerem bastante. Sim, essa raça é gulosa e pode ficar horas e horas no colo, sem fazer menção de querer ir para o chão.

Por isso, mesmo que eles não gostem ou não queiram fazer exercícios, ele é muito recomendado! Faça algumas práticas mais leves, porém constantes. Ter a supervisão de um profissional habilitado é o mais recomendado. Outra dica é fazer uma dieta controlada.

Veja resumidamente:

  • Expectativa de vida: 13 anos;
  • Altura média: 30 centímetros;
  • Peso médio: 10 quilos.

Pug

História e origem do Pug

Qual a origem do Pug?

Para saber tudo sobre Pug é necessário conhecer também a sua história. Ela nos conta que a origem do Pug é de aproximadamente 700 a.C e que ele sem dúvidas é um dos cães mais antigos do mundo. Existem inclusive algumas efígies de porcelana que dão a sugestão de que seria essa raça na época.

Qual a descendência do Pug?

Alguns estudiosos afirmam que o Pug seja descendente da raça Pequinês do pelo curto, cujo cruzamento foi com os Buldogues pequenos ou até com a raça Dogue de Bordéus.

Qual a localidade que essa raça surgiu?

Eram autorizados a possuírem Pugs apenas os monges tibetanos e a nobreza chinesa. Aliás, eles eram exibidos com honrarias. Quando estavam perto dos seus donos, tinha até uma imponência.

Afinal eles também eram membros da realeza.

É uma raça popular?

Com o aumento do contato da China com países europeus e estrangeiros, essa raça começou a ser exportada com frequência.

Quem são os descendentes do Pug?

No século XIX, a raça dos Pugs foi considerada padronizada com duas linhas existentes na Inglaterra.

Uma dessas linhas possuía o nome de Morrison, alguns diziam que esse nome tinha surgido dos cães da rainha cujo nome era Charlotte.

A outra linha foi criada por Lady Willoughby d’Eresby e Lord que se originou graças ao cruzamento de cães importados tanto da Hungria como da Rússia.

A chegada dos Pugs aos Estados Unidos aconteceu por volta de 1865. Nessa época ficar altamente populares e muito buscados nas lojas especializadas em vendas de pets. Acontece que essa popularidade não durou muito assim que o século virou.

Acontece que os seus criadores foram muito persistentes e não se abateram por causa dessa baixa popularidade. Sendo assim, a raça se recuperou depois de alguns anos e a estima e fama voltaram a reinar.

Como consequência disso, atualmente essa é a raça mais buscada no mundo todo.

Cuidados com a saúde e o bem-estar dos Pugs

1 – Cuidados com os pelos

Os pelos dos Pugs caem com muita frequência, isso significa que precisam ser escovados, mesmo sendo bem curtinhos.

Procure passar a rasqueadeira nele com frequência, pois assim você facilita a remoção dos pelos mortos que não possuem mais função no corpo. Essa ação vai proporcionar mais conforto para o seu Pug.

Sendo assim, faça a escolha de uma escova que seja mais adequada para esse tamanho de pelo. Ela vai remover os pelos de forma mais prática sem causar desconfortos.

Inicie essa escovação desde filhote, e procure fazer de um jeito que seja divertido. Assim ele associa essa tarefa como sendo algo agradável e nunca como um castigo ou algo do tipo.

Saber tudo sobre Pug te dá recursos para tratar do seu pet da maneira mais adequada que existe.

2 – Cuidados com as unhas

Por serem cães que ficam mais dentro de casa é importantíssimo que você realize sempre o corte das unhas do seu cãozinho. Isso faz com que ele não se machuque e nem arranhe ninguém quando for brincar.

Procure utilizar materiais que sejam mais específicos para esse tipo de serviço ou procure a ajuda de um especialista.

3 – Cuidados com os dentes

Essa é uma das ações mais importantes e fundamentais para a higiene e saúde do seu Pug. A escovação diária dos dentes evita a formação de tártaros e cáries, além de prevenir o mau hálito.

Para fazer essa tarefa você vai precisar de produtos próprios para isso, como a pasta de dente canina e a escova própria para isso.

Assim que você começa a entender tudo sobre Pug fica mais fácil aprender que é totalmente proibido dar pasta de dente humana para o seu cãozinho. Fique alerta! Pois assim como todo e qualquer ser humano, os animais acabam tendo uma maior predisposição para contrair determinadas doenças por conta da sua morfologia.

Deixe seu Comentário