Raças

Tudo sobre Dogue Alemão

Dogue Alemão

De porte grande, o Dogue Alemão, é um cão extremamente majestoso, sendo apelidado de “Apolo dos cães”. É uma raça que existe há séculos e, por conta disso, existem algumas divergências quanto ao seu surgimento. Muitas pessoas afirmam que seu surgimento foi na Dinamarca, mas essa hipótese também é incerta.

Dogue Alemão

Com uma aparência imponente, o Dogue Alemão possui corpo alto e forte. A sua expressão facial é muito expressiva e marcante, além de possuir o focinho preto junto com lábios volumosos. Os olhos presentes nesse cão são redondos e escuro, podendo variar entre o preto e o castanho. No corpo, o Dogue Alemão é alto e seu corpo é forte, possuindo membros anteriores retos e pés arredondados.

Outra característica muito marcante, é a sua cauda larga e alta, que vai afinando conforme chega na ponta. Sua pelagem também é curta e com muito brilho, que fica mais acentuado quando o cão é bem cuidado. Além disso, o Dogue Alemão é extremamente popular por conta do Scooby Doo, o famoso cão do desenho que é da raça Dogue Alemão.

Porém, é importante saber que o desenho se trata de uma sátira que pinta o Dogue Alemão como um cão medroso e assustado. Na vida real, é totalmente ao contrário. O Dogue Alemão é extremamente imponente e não pensa duas vezes na hora de proteger o seu território e defender sua família.

Comportamento

A princípio, esse cão foi desenvolvido para atuar como protetor, o que realmente deu certo. Mas como possui uma personalidade dócil, acabou sendo domesticado e mostrando muito mais o seu temperamento equilibrado, podendo até mesmo, conviver tranquilamente com crianças.

Logicamente, o seu dono deve ter em mente de que é um cão que possui um senso de territorialidade muito grande, o que faz com que seja muito protetor para com suas coisas, incluindo seu dono. Logo, é importante saber que onde quer que o seu dono esteja, ele considerará aquele lugar o seu território, independente de ser uma praia, casa, carro ou apartamento.

Quando se sente invadido, esse cão costuma reagir com latidos e rosnados, dando a chance do invasor repensar a atitude e desistir da ideia. Porém, somente atacará se notar algum comportamento agressivo.

Um detalhe do seu comportamento que pode ser muito engraçado e adorável, é que é um cão muitíssimo preguiçoso, ou seja, adora passar horas descansando ao lado do dono. Porém, é importante fazer com que ele se exercite e siga uma dieta balanceada, a fim de motivar o cão a se movimentar e evitar problemas musculares e de obesidade.

Outra característica do seu comportamento é a mania de puxar e morder o dono para iniciar uma brincadeira. Mesmo que seja um ato inocente do cão, é importante ensiná-lo a não continuar com esse comportamento, afinal, quando crescer poderá machucar as pessoas que o cercam, devido ao seu tamanho e força.

Cuidados e Saúde

Como tão de grande porte, é preciso fornecer muito espaço para que ele se exercite. Isso, com certeza, deve vir desde filhote. Afinal, esse cão crescer extremamente rápido e se continua se desenvolvendo até os 36 meses de idade. Uma informação extremamente importante, é criar os filhotes dessa raça em um piso áspero, para que não cresçam com problemas que levem a sua deformação óssea.

Em relação a sua pelagem, é preciso escová-lo e dar banhos para que fique com o pelo sempre brilhoso e uma boa aparência. Uma coisa extremamente importante, é que os banhos não podem ser dados antes de o cachorro terminar o seu ciclo da vacinação. Após esse período, é possível dar banhos sempre em dias quentes ou quando necessário.

É preciso proteger sempre as suas orelhas com um algodão específico, pois o algodão comum ajuda a sugar a água e fazer com que o cachorro fique com otite.

O dono precisa estar sempre atento com a questão de pulgas e carrapatos e, a melhor forma de evitar isso, é deixando de levar o cão em ambientes com terra suja e lugares muito quentes. Inclusive, a questão de lugares quentes é sempre um problema para os cachorros de todas as raças. É preciso tomar cuidado pois um asfalto muito quente, pode fazer com que o cão queime as patas e se machuque de forma bem dolorosa.

Saúde do Dogue Alemão

Em relação à sua saúde, o Dogue Alemão é muito resistente às doenças, um dos seus poucos problemas é a torção gástrica. Essa doença consiste na compressão da circulação estomacal do cão. Felizmente, esse problema pode ser facilmente evitado cuidado a sua alimentação e respeitando a quantidade certa de vezes que deve comer ao dia.

Além disso, é importante evitar que o Dogue Alemão beba água após as refeições, ou que fiquei muito animado ao ponto de correr e pular. As vacinas são extremamente importantes para manter a sua saúde em dia e evitar parasitas, viroses e demais doenças.

Seguindo todas as orientações do veterinário ao pé da letra, é possível que esse cão tenha uma vida longa e feliz ao lado de seus donos.

Relação com a família

Ao adotar esse cão, ou qualquer outro cão, é importante que todos os membros da família tenham em mente de que o animal é indivíduo importante e que, agora, também fará parte daquela família. Logo, é importante sempre respeitá-lo e mantê-lo bem tratado.

Ao escolher o Dogue Alemão como companheiro da família, é importante saber que ele é uma raça muito voltada à segurança e à sociabilidade. Logo, deixá-lo sozinho ou ignorá-lo é a pior forma de se aproximar desse cão. Afinal, o Dogue Alemão pode fazer de tudo para agradar ao dono e o seu passa tempo favorito será estar ao lado da família.

Além disso, é importante lembrar novamente que o espaço é essencial para essa raça. Mesmo que a família dê muito amor e carinho, não é bom deixar o Dogue Alemão em um ambiente em que se sinta limitado. É preciso sempre incentivá-lo aos exercícios físicos, seja caminhada ou brincadeiras com a família e, acima de tudo, dar muita atenção e carinho.

Deixe seu Comentário