Raças

Tudo sobre Chihuahua: saiba como cuidar, as características e o valor

Considerado o cachorro de menor tamanho do mundo, é difícil não se encantar logo de cara por um cãozinho Chihuahua. É uma raça marcante por seu tamanho pequeno e olhos carinhosos, além de ser uma das poucas raças que são naturais do continente americano e, também, uma das mais antigas.

Alguns registros mostram grande probabilidade da raça ter sido criada na Cidade do México, sendo descendente de um cão chamado Techichi.

Características físicas e comportamentais do Chihuahua

O que é mais marcante no Chihuahua é o seu pequeníssimo tamanho. Além disso, algumas características que chamam a atenção, são:

  • Corpo pequeno;
  • Cabeça redonda;
  • Olhos redondos, pequenos e escuros;
  • Orelhas grandes, arredondadas e separadas.

Além disso, o seu tamanho médio chega apenas de 15 cm até 22 cm, com peso de 3kg. Algumas variações dessa raça, como o Chihuahua Mini ou o Chihuahua Micro, que podem ser de até 1kg.

Quanto às colorações do seu pêlo, essa raça conta com diversas colorações, sendo que as mais comuns e buscadas por potenciais donos são as mais escuras. A sua pelagem varia entre curta e assentada e, também, longa e ondulada. Porém sua textura é sempre a mesma, fina e brilhante.

Os cães de pelo longo, são geralmente o resultado de um cruzamento entre espécies exóticas. O animal pode viver longos anos de maneira saudável e feliz, mantendo sempre sua qualidade de vida com os cuidados administrados pelos donos. Dessa forma, sua expectativa de vida pode chegar até 18 anos.

Quando ao seu temperamento, é um cão amoroso e que, no geral, não exige muito trabalho. Muito retratado como um cão de luxo ou de colo, é uma raça muito divertida e que possui uma forte habilidade para caçar ratos e demais animais menores.

Como é baixinho, o Chihuahua é muito temperamental e extremamente territorialista e possessivo com os seus donos. Mesmo que seja muito afetuoso, é desconfiado e late de forma incessante ao menor barulho.

Para se relacionar com crianças, o Chihuahua não é a melhor opção, afinal, ele é facilmente irritável e pode até atacar as crianças caso não seja adestrado da maneira correta. Logo, é um cão indicado para famílias adultas ou que, pelo menos, tenham crianças maiores e mais conscientes.

Cuidados

Para adquirir essa raça, é primeiro pesquisar a fundo e aprender a maior quantidade de coisas possíveis para, assim, saber se é a raça adequada para o estilo de vida da família. Os cuidados com o cão não limitam somente veterinário e alimentação, mas também aspectos como:

  • Higiene:

É preciso escová-lo com frequência, caso ele tenha o pelo longo. Já o Chihuahua de pelo curto, pode ser escovado uma vez por semana.

  • Banhos:

Os banhos mensais já são o suficiente. Logicamente, caso ele se suje mais que o normal, é necessário uma quantidade um pouco maior de banho. Para esse cão, basta usar shampoo canino e água morna, pois são sensíveis ao frio. Logo, não é bom deixar que ele se seque naturalmente, já que a sua temperatura corporal sofre oscilações com muita facilidade.

  • Orelhas e Olhos:

Essa raça tende a ficar com o pelo na região dos olhos um pouco manchado. Para isso, é preciso limpar os olhos com um pano macio e produto específico para a remoção dos resíduos lacrimais. As orelhas também precisam ser higienizadas com materiais específicos para essa finalidade. É importante atentar-se para não usar cotonete e limpar somente superficialmente.

  • Passeios:

Levar essa raça para passear é fundamental, mesmo que seja uma raça que ama ficar no colo. Porém, é válido levá-lo para explorar jardins e quintais, afinal, ele necessita passear e brincar ao ar livre.

Saúde do Chihuahua

Na questão da saúde, o Chihuahua engana um pouco por ser um cão pequeno e de aparência sensível, porém, é geralmente muito saudável. Lógico que é importante estar atento aos problemas mais comuns que podem acometer essa raça, como:

  • Problemas neurológicos causados por acúmulo de fluídos;
  • Luxação da patela, que faz com que a rótula saia do lugar e ele se movimente mancando;
  • Sensibilidade extrema ao frio;
  • Formação de tártaros na sua dentição.

Além dos problemas oftálmicos que, entre eles, destaca-se a redução das substâncias que fazem o animal lacrimejar. Porém, é importante levar o cão a visitar periódicas no veterinário, a fim de mantê-lo sempre saudável e conseguir detectar qualquer problema antes que o mesmo tenha evolução para um caso mais sério e tire a qualidade de vida do animal.

Leia mais sobre saúde de cachorros:

Forma de cuidar

É um ótimo cão de alarme, avisando sempre quando algo não está certo. Porém, é importante ensiná-lo desde pequeno a não latir em excesso, que é um grande defeito dessa raça. Impor limites é uma coisa extremamente necessária, caso contrário, pode se tornar um cão adulto chato e barulhento.

Porém, o Chihuahua tem a grande vantagem de não exigir um espaço grande e nem uma quantidade exata de exercícios físicos. Mas é importante lembrar de sempre levá-lo para passeios curtos e para dar uma voltinha em jardins e quintais, se possível.

O Chihuahua é um cão que não apresenta grande inteligência e obediência, logo, é preciso ter muita paciência e amor para ensinar todos os comandos básicos a ele. É um cão que ama brincar e receber carinho, logo, retribuirá na mesma medida.

É importante frisar que alimentos humanos jamais devem ser oferecidos aos cães. Nunca ofereça laticínios, chocolates, uvas, etc. Afinal, podem provocar doenças sérias como falha nos rins, diarreia, tremores excessivos e outros problemas de intoxicação.

A sua alimentação deve ser feita sempre na medida correta e sob supervisão do Veterinário ou do criadouro do qual foi adotado. A ração seca e água sempre limpa e fresca, são as melhores opções.

Valor do Chihuahua

O valor que deve ser desembolsado para adquirir o Chihuahua é em torno de R$ 1.400,00 a R$ 4.000,00. Para encontrar o melhor lugar, é preciso pesquisar muito, buscar indicações e realizar visitas no local, a fim de saber a procedência e a forma como os animais são criados. Além disso, é importante frisar que o animal deve vir vacinado e vermifugado.

Deixe seu Comentário