Raças

Tudo sobre Borzoi

Borzoi

Oriundo da Rússia, o Borzoi era uma raça canina muito utilizada na caça aos lobos. Porém, com a chegada da Revolução Russa, infelizmente, a raça passou por um processo extremamente crítico de quase extinção. Os cães sobreviventes foram os responsáveis por cruzarem entre si e garantir a continuidade da raça que foi se espalhando mundo afora.

O significado do nome Borzoi, deriva da palavra borzyi que significa “ágil”, o que enaltece uma das principais características dessa raça que faz jus ao nome. Porém, esse animal apresenta diversas outras características que encantam facilmente os simpatizantes por cães e, ainda mais, os seus tutores. Para descobrir mais, continue acompanhando a leitura!

Temperamento e Personalidade

Se por um lado apresenta características carinhosas, sensíveis e amigáveis, por outro, é independente e um exigente com o seu tutor. Mesmo com essa flutuação na personalidade, é um cachorro de temperamento extremamente calmo e paciencioso, além de ser uma companhia muito agradável para o ser humano.

O Borzoi também é um animal extremamente leal para com a família e demais conhecidos, além de ser uma raça de comportamentos refinados e delicados. A primeira impressão, pode assustar por conta de seu tamanho e característica Galga, porém, conquista com facilidade o ser humano que desarma os seus sistemas de defesa.

Borzoi e seus comportamentos

Mesmo que seja uma raça com personalidade não agressiva, o Borzoi é extremamente agitado e adora correr. A corrida, inclusive, é super apreciada por essa raça. Logo, é importante que a pessoa que adquiriu o Borzoi, tenha consciência de ceder ao mesmo um espaço consideravelmente amplo para o que o cão possa correr e brincar, usando a sua energia, que por sinal, acumula com grande facilidade.

É importante frisar é uma raça que não simpatiza com gatos. Portanto, é importante evitar deixar um felino e o Borzoi no mesmo espaço, afinal, essa raça possui uma grande tendência em perseguir o gato por conta de seu incrível instinto de caça, que já vem cravado em seu DNA por conta dos seus antepassados que viviam na Rússia.

Características

O Borzoi é considerado um dos cães mais altos. Além disso, possui os membros longos e retos, além da musculatura ser forte e um tanto definida. Além disso, a sua cauda chama a atenção por ser longa e espessa. Sua cabeça também é longa, possui orelhas finas e geralmente estreitas para trás. O pelo é sempre longo e sedoso, além de ter leves ondulações.

Com relação às cores, isso é muito variável e depende de cada cachorro, logo, o Borzoi se apresenta em várias cores sendo algumas delas, até mesmo, misturadas entre si. Além disso, o Borzoi é um cão de porte grande medindo de 60 a 70 cm. O seu peso varia conforme o tamanho e idade do cão, mas em geral, vai de 27 a 50 kg.

Quanto custa?

Um filhote dessa raça pode chegar a R$ 4 mil reais. Logicamente, o valor dependerá do criador e do local. É valido observar que a aquisição de animais de maneira monetária é um assunto delicado e a compra só deve ser efetuada após conhecer quais as circunstâncias que estão a sua saúde, higiene, etc.

Afinal, não há nada de errado em adquirir um animal, porém, é necessário atentar-se aos canis que exploram e maltratam os cães e demais animais. Dessa forma, fica mais fácil de comprar o Borzoi de forma lícita e sem financiar a violência animal.

Borzoi x Apartamento

Como é um cão que atinge um porte considerado grande, não é indicado para ter em apartamento. É uma raça de cão que precisa de espaço, caso contrário, pode se tornar extremamente triste, recluso e até mesmo vir a adoecer. Lembrando também, que é um cão que adora correr, o que reforça a sua incompatibilidade com apartamentos e lugares pequenos em geral.

É possível criar o Borzoi com crianças perto?

Não é muito indicado para acompanhar crianças pequenas ou bebês. Mas, para crianças mais velhas, é um ótimo companheiro pois possui um alto nível de energia.

O quanto essa raça late?

Por incrível que pareça, é considerada uma raça que não costuma latir. Muitas pessoas acabam por se surpreender, afinal, o animal tem um porte elevado e seu tamanho pode causar certa estranheza quando contrastado com a ausência dos latidos.

Tem grandes problemas em ficar sozinho?

Não. O Borzoi tem uma personalidade muito semelhante à dos gatos. Logo, deixá-lo sozinho em casa não é um grande empecilho. Porém, é importante lembrar de sempre deixar brinquedos, comida e água o suficiente para que ele fique bem.

Saúde

Esse cão, infelizmente, tende a ter algumas patologias comuns na grande maioria das raças grandes, como doenças ósseas e torções no estômago. É importante atentar-se que anestésicos e antipulgas pode e devem ser utilizados apenas com a orientação de um profissional veterinário.

Os filhotes dessa raça tendem a apresentar doenças virais nos primeiros anos de vida, como a cinomose a parvovirose. Isso ocorre pois, nessa fase de vida, ainda estão com o sistema imunológico frágil e são alvos fáceis de diversos vírus.

Para evitar o adoecimento e até mesmo o óbito do animal, é indicado vacinar o animal e sempre levá-los para consultas veterinárias de forma regular e manter todos os exames em dia.

Uma questão que pode afetar a saúde desses animais que alguns animais dessa espécia nascem sem os dentes pré-molares, por exemplo. Felizmente, essa deformidade não afeta a alimentação do animal, porém, pode ser melhorada e corrigida com o auxílio de um veterinário de confiança da família.

Um cão diferenciado

Basta apenas uma rápida olhada para diferenciar o Borzoi de outras raças e, também, como lidar com ele. Quando o observamos diante da presença de outros cães ou seres humanos, é muito fácil perceber que ele faz parte de uma espécie de realeza canina. Logo, ele pode parecer tímido e anojado com a presença humana ou de outros animais.

Porém, esse comportamento somente mostra uma personalidade mais reservada e estranha na presença de desconhecidos, o que é um traço muito marcante em cães Galgos.

Deixe seu Comentário