Raças

Tudo sobre Bernese Mountain Dog

Bernese Mountain Dog

O Boiadeiro de Berna ou Bernese Mountain Dog é uma das raças mais inteligentes do mundo. Esses cães são de origem suíça e são muito dóceis e simpáticos. O seu pelo reluzente encanta a todos com as suas cores vibrantes e pelos compridos.

Este cão foi criado para pastoreio de gado, ovelhas, e caprinos, pois são ótimos para cuidar de rebanhos, mesmo os grandes. Assim como as outras raças de cães para pastoreio, esses animais são muito dedicados ao trabalho e a realização do mesmo faz com que esse cão se sinta feliz.

Os cães dessa raça possuem grande energia e precisam gastá-la com alguma atividade diária. Nesse caso, o fato deles terem habilidade para conduzir outros animais e ajudar na proteção do rebanho é uma consequência de sua personalidade.

Estes cães adaptados a climas frios, são de grande porte e muito mansos. Além de sua pelagem, possuem uma camada de gordura que ajudam este cão a se proteger do frio. Ele também é um cão que se dá muito bem com crianças e outros animais de estimação.

Características da raça

A cabeça é quadrada, focinho fino, reto e alongado. A trufa é da cor preta, dentes fortes com mordedura em tesoura. Os olhos da cor castanha escura, orelhas inseridas altas, pequenas, caídas. O pescoço e o tronco são fortes, musculosos, mantendo-se ereto e nivelado. Sua cola é peluda e fica posicionada geralmente para baixo.

As pernas compridas, retas e paralelas, ajudam o cão a ter uma postura pró-ativa e disposta. Cores comuns da raça podem ser pretos, brancos e marrom, e manchas avermelhadas na face. É desejado que o peito, focinho, patas e cauda tenham a cor branca. A altura ideal para esses animais é de 68 centímetros. Podem pesar em torno de 20 Kg.

Temperamento do Bernese Mountain

O cão dessa raça possui postura confiante e segura. Com certeza duas características muito fortes da personalidade deste animal é que estão sempre alertas e vigilantes. Esses cães são fiéis e possuem um ouvido muito bom para atender as ordens de seu tutor. Eles aprendem os comandos por meio de adestramento e podem atender a um comando mesmo que este seja dado de longe.

Para a família, estar animal é um grande companheiro, protetor e cuidadoso. São cães amáveis e muito carinhosos, e possuem muito respeito pelos seus donos. O comportamento desses animais quando estão trabalhando consistem em passos leves e um trote silencioso, são cautelosos e muito atentos a qualquer movimento.

As pernas se movimentam em linha reta, podem também permanecer por horas deitados aguardando a ordem para manejar o rebanho. Esse cãozinho simpático é muito apegado ao dono, o qual ele respeita e tem total confiança. Esses animais não são agressivos, são calmos e atenciosos, podem ser um pouco barulhentos para avisar que há perigo.

Por serem de porte grande e terem muita energia, é aconselhável criar estes animais onde haja espaço aberto para que eles possam gastar a sua energia e manter a sua mente saudável e entretida. Esses cães são muito fofos e excelentes companhias para esportes, até mesmo para banhos em açudes, praias, eles gostam de se refrescar nas estações quentes.

Adestramento e Cuidados com a raça

Estes animais são extremamente fáceis de serem educados. No entanto, o treinamento para pastoreio pode ser um pouco mais complexo. Quando realizado por profissionais, procura-se ensinar ao cão que ele não deve morder com força outros animais para não machucá-los.

Também devem ser treinados os movimentos referentes aos comandos, de forma que o cão execute exatamente o que se pede. Estes comandos precisam ser dados com palavras chaves distintas, e podem servir para dizer ao animal para que ele aguarde, abaixe, caminhe devagar, para esquerda, para a direita ou ainda que segure o animal.

Para os comandos serem dados, é importante chamar a atenção do cão pelo seu nome, assim ele direciona total atenção e compreende com mais facilidade o que está sendo solicitado. Estes animais foram trazidos ao Brasil para atuar com a criação de animais, e também para companhia e criação doméstica devido a ser ótimos cães carinhosos e amorosos.

Os principais cuidados que devem ser dados à raça são o mesmos comuns aos outros cães. Devem ser ministrados vermífugos, vacinas, e acompanhamento com  médico veterinário. Além disso é bom que o cão tenha uma rotina, a qual respeite a sua necessidade de fazer exercícios físicos e manter-se entretidos.

Alimentação

A alimentação desses cães deve ser de acordo com o nível de atividades físicas diárias praticadas pelo cão ao longo do dia, a fim de evitar que fiquem mais pesados do que o normal. Devem ser fornecidos ao animal proteínas, pouco carboidrato, e alimentos com fonte de vitaminas. O recomendado é que sejam fornecidos apenas rações, as quais possuem a quantidade necessária para uma nutrição completa.

Aspectos de saúde do Bernese Mountain Dog

Esses animais podem apresentar problemas em articulações, devido ao seu tamanho e também a condições genéticas. Outra doença comum na raça está relacionada á coagulação sanguínea, sendo a adequada nutrição o melhor meio de prevenção.

Os cães dessa raça podem ter outras doenças como o desenvolvimento de tumores, doenças na pele ou autoimunes. Por este motivo, é substancial que esses animais sejam criados em ambientes higiênicos e livres de umidade.

A Fim de evitar que o cão desenvolva essas e outras doenças, deve-se realizar acompanhamento veterinário e exames de rotina, os quais podem indicar quando algo estiver errado com o cão. Algumas dessas doenças, quando são descobertas cedo, podem ser controladas e amenizados os sintomas.

Outrossim, as causas dessas doenças nos cães da raça Bernese Mountain Dog são desconhecidas, apesar de relacionar com a genética do animal. Podem ocorrer entre cães da raça problemas de ansiedade, o que pode tornar o animal agressivo, e isso está diretamente atrelado a sua rotina.

Para que os cães da raça Bernese Mountain Dog cresçam saudáveis e fortes, é importante desde filhotes que recebam o tratamento adequado. Nesse sentido, ambientes tranquilos, limpos e alimentação rica em nutrientes são fatores que fazem a diferença na criação do pet.

Deixe seu Comentário