Raças

Tudo sobre a raça Akita

Akita

A raça de cão, Akita, é sem dúvida uma das mais icônicas dentre todas. Fisionomicamente parecido com o Husky Siberiano, porte imponente e olhar profundamente expressivo, ele foi protagonista de uma das histórias mais emocionantes que você vai ouvir. Este cachorro provou que a frase “o cachorro é o melhor amigo do homem” é incontestável.

Você já deve ter assistido ou, pelo menos, ouvido falar sobre o filme “Sempre ao seu lado”, título original “Hachi: A Dog’s Tale” lançado em 2009. Caso não tenha, pode colocar na sua lista de filmes para assistir antes de morrer.

O filme conta a história de um homem, representado Richard Gere, que, ao voltar para casa em uma noite, saindo da estação de trem, encontra um filhote de cachorro da raça Akita. O filhote então o escolhe como seu dono e prova o verdadeiro significado de lealdade.

Baseado em uma história real, este filme representa a característica  que é mais importante e admirada do Akita: sua lealdade. Uma vez que ele o escolhe, será fiel a você durante toda a vida dele. São carinhosos, protetores, obedientes e quase assustadoramente inteligentes. Não se surpreenda se tiver a impressão de que ele entende o que você fala, ele provavelmente está entendendo mesmo.

Origem da raça

O cão do tipo Spitz é nativo do Japão. Esses cães fortes já foram até mesmo utilizados para rinhas. Originalmente conhecidos como cães das montanhas, eles são de raça bem adaptada a climas frios e ambientes áridos. Devido as suas capacidades de grande resistência, o animal era utilizado para resgates, e companhia para aquecer as pessoas nesses locais. Durante a segunda guerra mundial, os Akita quase foram extintos por terem sido levados ao campo de batalha.

Acredita-se que o Akita tenha surgido a cerca de três mil anos, possivelmente na Europa e depois migrado para o oriente. O fim das rinhas favoreceu a manutenção da pureza dessa raça, já que a busca por melhoramentos misturando-a com outras raças cessou. Atualmente existem duas variações, embora muitos considerem a mesma, Akita Inu (japonês) e Akita Americano.

As diferenças entre ambos são pouco perceptíveis. Podendo-se identificar divergência no tamanho das orelhas, formato da cabeça e porte. Também a pelagem do Akita Inu tende a ser mais clara indo do bege ao vermelho, enquanto o Akita americano pode assumir tons mais escuros.

Características do Akita

Os cães possuem porte grande, estando entre os maiores cães do mundo. A raça de pelos compridos, também possui uma manta de gordura que atua como isolante térmico para o animal, então podem parecer gordinhos. Eles podem medir até 72 centímetros de altura e pesar até 60 kg. Apesar de ser um tanto gordinhos, eles possuem muita massa magra e resistência física, o que lhes faz ser cães pesados e fortes.

A mandíbula desses animais é forte e possui uma musculatura que permite com que eles estraçalhem presas com facilidade. A sua audição é aguçada, e a sua visão é capaz de identificar qualquer movimento à distância, pois o seu instinto de sobrevivência permite que essa raça seja considerada rústica. Desta forma, a expectativa de vida deles pode ser de até 15 anos. A coloração vermelha e branca é uma das mais comuns à raça, mas em todas o focinho e o peito tendem a ser brancos.

Temperamento do cão

O Akita pode ser um cão muito calmo e dócil. Utilizam mais a sua força do que velocidade, e são habilidosos em confrontos. Porém, a raça não é agressiva, e quando criados com humanos podem ser um tanto teimosos, mas compreendem muito bem os comandos recebidos.

O adestramento desses cães pode ser um dos mais fáceis, ainda que possuam uma personalidade bastante forte. Sua inteligência se destaca e, com certeza, mantém um incrível vínculo afetivo com o dono.

As principais características da raça é que são cães brincalhões, amorosos, simpáticos e podem ser bem preguiçosos. Como são acostumados com climas frios, podem preferir passar a maior parte do dia dormindo. Desta forma, o cão é comumente criado dentro de casa, na companhia de seus donos.

Contudo, o exercício físico faz bem à saúde do pet, o qual necessita de um espaço amplo para brincar e gastar a sua energia. Caso eles não façam exercícios, podem ficar pouco mau-humorados.

Nutrição e cuidados com o Akita

Este cão necessita de alimentos que lhe forneçam grande reserva de energia quando vivem em lugares de baixas temperaturas. Entretanto, a dieta pode mudar conforme o clima em que se encontram. A oferta de água deve ser constante visto que são animais pouco ativos, e assim precisam de estímulos para o bom funcionamento dos rins.

Nessa perspectiva é bom que o Akita tenho uma rotina regrada, bem como uma alimentação balanceada. Outrossim, é importante que sejam fornecidos ao cão vacinas e vermífugos. Além disso, em ambientes com clima tropical, é maior a proliferação de parasitas o que pode ser um problema para o pelo denso do Akita.

O cuidado com os pelos e a pele é essencial com essa raça. Principalmente devido ao clima que ele será criado. É um cão totalmente adaptado para o frio e neve, isso pode fazer com que ele sofra muito em ambientes mais quentes. Por este motivo, é importante que o dono fique atento a possíveis doenças de pele, que podem ser graves levando em consideração a predisposição existente.

Dicas de cuidados com a saúde do animal

A higiene é algo muito importante para manter a saúde bucal e também proteger a visão do pet. Os cães produzem líquidos para a lubrificação e limpeza dos olho que podem se depositar ao lado do focinho, a fim de identificar qualquer indício de inflamação e prevenir que ela ocorra, é importante remover diariamente e manter o focinho limpo. Também pode ser oferecido ao cão ossos de couro ou outros petiscos que promovam a limpeza de seus dentes.

Uma alimentação balanceada, aliada aos exercícios físicos é fundamental para o  cão alcance a longevidade. Para garantir a saúde do Akita é importante realizar visitas ao médico veterinário e seguir as suas instruções.

Deixe seu Comentário